Termografia na Média Tensão – Fuga de Corrente (Estudo de Caso)

Termografia na Média Tensão – Fuga de Corrente (Estudo de Caso)

Aquecimento anormal associado à alta resistência de contato, conexões frouxas ou alta intensidade de corrente (sobrecarga) é relacionado com diversos problemas nos sistemas elétricos.

Fonte (http://www.fluke.com/fluke/brpt/Termovisores)

A lei de ohm, P=R.I², nos mostra a relação entre a potência (calor gerado) com a corrente fluindo através de uma resistência. Este calor, quando em uma anormalidade, pode causar danos de grande monta aos sistemas elétricos. Os componentes do sistema podem simplesmente chegar ao ponto de derreterem.

Porém, além destes, outro tipo de aquecimento anormal é indício claro de fuga de corrente através de isoladores. Uma corrente de fuga através de um isolador cria um ponto de aquecimento, muitas vezes de pequena intensidade, e que pode ser facilmente ignorado por um termografista menos experiente.

As câmeras termográficas nos permitem caçar estas fugas de corrente, muito antes que esta se torne grave a ponto de romper definitivamente o isolamento do equipamento.


Apresentamos abaixo alguns termogramas realizados em uma instalação de missão crítica. Todos os elementos estão instalados em cabines semi-enterradas, padrão aceito no Paraná.

Indício de fuga de corrente (aquecimento anormal) em terminação de cabo 12/20kV isolado
Indício de fuga de corrente (aquecimento anormal) em terminação de cabo 12/20kV isolado
Indício de fuga de corrente (aquecimento anormal) em isolador de chave secionadora

Todos os equipamentos foram substituídos de maneira preventiva, antes da falha, evitando que a instalação sofresse uma interrupção não programada.

A termografia é um modo muito eficaz de prever prováveis falhas em equipamentos de média e baixa tensão, e deve ser utilizada em larga escala nas instalações.

Para mais informações sobre termografia, acesse:
http://www.fluke.com/fluke/brpt/solutions/ti/

Eng. Alexandre Diener

No Comments

Post A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.